10 Mar 2009

Receita de familia : Bolachinhas de mel e alecrim

Cookie time A minha primeira incursão na cozinha foi assando biscoitos. Foi um momento divertido. Minha avo tem mao e talento para a cozinha, apesar dela não dar muita bola para isso . Para ela refeições eram simplesmente refeições, mais uma obrigação que um prazer, conforme suas próprias palavras. Mas tenho minhas dúvidas sobre isso. Talvez hoje ela esteja cansada da cozinha e como viúva que é e vivendo praticamente sozinha. Tem a uma pesoa que a acompanha, ela prefere que outras pessoas cozinhem para ela. E mesmo porque atualmente ela come muito pouco, mas de forma saudavelmente. viaje ,lavanda copy Dibujo 2 escesp Mas quando eu era pequena e ela uma senhora ainda jovem, estava sempre preparando algo bom na cozinha. Ela fazia o melhor gnocchi de batata que já provei na vida. E acredite, em menos de uma hora uma mesa auxiliar estava cheia de gnocchis e minutos depois estavam servidos na mesa. Não sei como os fazia tão rápidos, tinha muita habilidade nas mãos Lembro que seus dedos voavam quando modelava as pequenas pecas de massa em forma de gnocchi. Isso sem mencionar sua fantástica massa folhada e o creme com caramelo por cima com uma generosa colherada de suspiro e chocolate granulado colorido, decorado assim especialmente para as crianças da casa (nós e meus primos) Um dia, ela estava amassando pão e parei ao seu lado e lhe pedi um pedacinho de massa Cookies cutters Primeiro lave as mãos, me disse, e me deu um pedacinho. Fiquei amassando por horas aquele pedacinho até que decidi dar-lhe uma forma arredondada, dois amendoins por cima e um galinho de alecrim. Pedi para que minha avó o colocasse no forno. A bolachinha ficou estranha e dura que nem pedra. Mas fiquei super orgulhosa com aquilo sei lá o que , que eu chamava de biscoito Agora, as bolachinhas de minha avó eram algo fantástico Liguei o outro dia para ela e lhe perguntei se lembrava de como fazia as bolachinhas de mel e alecrim. Mas como ela fazia tudo na base do olho me explicou: Acho que um punhado de farinha, um pouco de açúcar, mas me deu a maioria dos ingredientes. Se eu chegar a idade dela, quero ter a mesma memória e lucidez dela. Assim com a lista de ingredientes e um pouco disto e daquilo, tentei recriar seus biscoitinhos. Obviamente o sabor não ficou como o que lembrava, mas mesmo assim ficaram deliciosos. Um verdadeiro tesouro de família .

Bolachinhas de mel e alecrim Honey cookies Bata até ficar cremoso, ½ xícara de mel com ½ xícara de açúcar mascavo e ½ xícara de manteiga sem sal. Acrescente um ovo e continue batendo. Acrescente 2 xícaras e meia de farinha de trigo misturada a ½ colher de chá de sal , 1 colher de chá de bicarbonato de sódio, 1 colher de chá de alecrim fresco passado por um pilão ou 2 colheres de alecrim seco bem esmagado ate virar um pó; e ½ colher de sopa de cascas de limão amarelo ou limão raladas. Misture bem e forme um cilindro. Leve a geladeira embrulhado em papel alumínio por um ou mais dias. Retire e corte em círculos, Asse em forno a 225°C por 10 ou 15 minutos --------------------------------------------------------------------------------------------------------

En Español, por favor Cookie time Mi primera incursión a la cocina fue asando galletitas. Fue un momento divertido Mi abuela tiene mano y talento para la cocina, a pesar de no darle mucha importancia a eso de cocinar. Para ella las comidas eran simplemente comidas, más bien una obligación que un placer, según sus propias palabras. Pero tengo mis dudas sobre eso. Talvez hoy en día este cansada de cocinar Y como viuda y viviendo sola (apenas una señora la acompaña, por su edad, pero no porque no pueda hacer sus cosas) prefiere que otras personas le cocinen. De hecho hoy en día come muy poco, pero de manera saludable. viaje ,lavanda copy Dibujo 2 escesp Pero cuando yo era chica y ella una señora joven todavía siempre estaba preparando algo rico en su cocina Hacia el mejor gnocchi de papa que ya probé en mi vida y crean me en menos de una hora estaban servidos y listos para comer. No sé como lo hacia, pero tenia gran habilidad en sus manos. Me acuerdo de ver sus dedos volando enguanto moldeava los pequeños pedazos de masa. Y ni que hablar de sus hojaldres y cremas con caramelo y una generosa porción de merengue por arriba y polvoreado con granas de colores, espacialmente preparados para los niños (en aquella poca, nosotras y mis primos mayores) Cookies cutters Un día estaba ella amasando pan, y, me pare al lado. Le pedí que me diera un pedacito de masa. Antes de nada, lávese bien las manos me dijo y me dio un pedacito. Estuve una eternidad amasando y al fin me decidí en darle una forma arredondeada y le puse dos maníes y un gajito de romero arriba. Le pedí a mi abuela que lo asara con su pan. Después de asada la galletita me quedo rara y dura como una piedra. Pero me quede muy orgullosa con aquel pedazo de masa seca al que llamaba de galletita. Las galletitas de mi abuela si eran algo espectacular. El otro día la llame por teléfono y le pregunté si se acordaba de la receta de las galletitas de miel y romero, pero como ella hacia todo a base del ojímetro, me dijo “¡Ha! Me parece que era un puñado de harina, un poco de azúcar la negra si ¡!! Manteca, miel y dejas en la heladera a la masa por unos días. Y después la horneas un ratito Si llego a su edad (lo que dudo) 95 años tan lucida y con la picardía que todavía sus ojos destellan, me daré por feliz. Así intente recrear sus galletitas. Obviamente que el sabor no es el mismo al que me recordaba, pero así mismo quedaron deliciosas. Un verdadero tesoro de familia

Galletitas de miel y romero Honey cookies Batir hasta que este cremoso, ½ taza de miel con ½ taza de azucar mascavado y ½ taza de manteca sin sal. Acrescente um huevo y continue batiendo. Acrescente 2 tazas y media de harina mezclada a ½ cucharada de te de sal , 1 cucharada de te de bicarbonato de sódio, 1 cucharada de te de romero fresco passado por un mortero o 2 cucharadas de romero seco bienpicadito hasta que este casi um polvo; y ½ cucharada de sopa de cascara de limon o lima rallada. Mezcle bien y forme un cilindro. Lleve a la heladera envuelto em papel alumínio por uno o mas dias. Retire y corte en círculos. Ase en forno a 225°C por 10 o 15 minutos AddThis Social Bookmark Button

7 comments:

Laurinha said...

Sylvia, que delícia que deve ser! Estou doida para experimentar...

Beijinhos

EU MULHER said...

Bolachinhas de mel feitas em casa deve ser uma maravilha! Aqui em casa gostamos muito de mel. O melhor mel que já experimentei em minha vida foi o mel lá de Piriápolis, uma delícia.
Posso imaginar o perfume dessas bolachas, hummm.


Bjinhos

Cucchiaio pieno said...

Nossa que cuidado! Encantei-me com o carinho que controi o teu blog, os idiomas diversos, as fotos belas... Parabéns! Léia

ameixa seca said...

Com alecrim deve ficar algo bem inusitado :)
Um tesouro!

Canela said...

Sylvia
Receita de avó é sempre muito boa.
São lindas e com esses ingredientes juntos devem ser deliciosas!

Sylvia said...

Laurinha, fica otima a combinacao

Eu mulher. Usei o mel que troxe do Uruguay ,Nao o de Piriapolis , mas de uma senhora que tem um apiario na praia que sempre copro

Obrigada Leia , tenho um carinho especial por postar aqui .

Ameixa, Sim , sao invencoes de minha avo, que o que tinha que fazer era ir ate o terreno e pegar o que necesitava, louro, alecrim, cebolinha,oregano etc

Canela é verdade

Nani said...

Sylvia, gostei bastante destas bolachinchas e as fotos uma maravilha, bjs.