24 Apr 2009

Argentino Típico : Marmelada de tomates

Marmelade and spatulas A primeira vez que escutei falar sobre uma geléia feita de tomates foi estranho. Pensei que não tinha entendido o que a tia de meu marido me dizia – Marmelada? – Perguntei- Feita de tomates de verdade? – Tipo, para passar no pão? Não pude deixar de pensar no gosto que teria? Algo como um molho de tomate doce que comeria no café da manha? Serio, não conseguia pensar em começar meu dia untando uma tostada com isso coffee & Marmalade Mas já que tomate é uma fruta, porque não fazer com eles uma geléia ou marmelada.. Na verdade é gostoso, estranho se não estamos acostumados no começo, mas muito bom. Eu às vezes coloco sobre carne de carneiro e fica ótimo. Dulce de tomate como o chamam aqui, é um doce conhecido por todos aqui e remete a infância A receita foi gentilmente dada pela tia de meu marido Tomato marmalade Ingredientes
  • 2 kilos de tomates
  • 1 kilo de açúcar
  • 1 laranja
  • 1 limão
  • 1 colher de sopa de cravo
Modo de fazer Corte os tomates sem pele em cubos Rale a casca do limão e da laranja bem fininho Coloque o suco da laranja e do limão junto com os tomates, raladuras, cravo e açúcar Mexa ate que o açúcar esteja dissolvido Leve a ferver mexendo ocasionalmente Tenha cuidado que o doce não grude ou queime Cozinhe por uma hora mais ou menos ate que esteja brilhante e espesso Acondicione em frascos esterilizados. E ferva destampados em um banho Maria por 10 minutos ---------------------------------------------------------------------------------- En Español, por favor Marmelade and spatulas La pimera vez que escuche halar en Dulce de tomate, creí que no le había entendido bien a la tía de mi esposo.- Mermelada- le pregunte-¿hecha con tomates? – para pasar en el pan? No podía dejar de pensar en el gusto que tendría- Algo como una salsa para fideos de tomates dulces que comería en el desayuno? La verdad que no podía imaginarme empezando mi día untando una tostada con eso coffee & Marmalade Pero seamos sinceros, no sabe mal para nada, es raro, pero sabe muy bien. A veces la uso también para acompañar el cordero y queda de maravilla. Al fin el tomate es una fruta entonces seria lo lógico hacer una jalea con ellos El dulce de tomates es muy conocido por acá y remete a la mayoría a sus días de infancia, cuando las mamas le servían la merienda con pan y dulce (en aquella epoca seguro era casero) Esta receta me fue gentilmente cedida por la tía de mi esposo Marmalade Ingredientes
  • 2 kg de tomates
  • 1 g de azúcar
  • 1 naranja
  • 1 limón
  • 1 cucharada de sopa de clavo de olor
Manera de hacer Corte los tomates sin piel Ralle las cáscaras del limón y naranja Añada el jugo a los tomates cortados, el azúcar la ralladura y el clavo de olor Lleve a hervir y así que empiece a entrar en ebullición, revuelva ocasionalmente Tenga cuidado para que no se queme o se pegue Hierva por una hora aproximadamente, hasta que este brillante y espeso Acondicione en frascos esterilizados e hiérvalos en baño María por 10 minutos AddThis Social Bookmark Button

15 comments:

Begoña said...

No he hecho nunca esta mermelada, pero tengo unas ganas...también es muy típica en Portugal. Te ha quedado estupenda.
Un saludo, Begoña

Carol said...

Silvia, tive o mesmo pensamento que você. Um tomate doce, como deve ser isso??? Grande beijo pra ti

ameixa seca said...

Eu comi uma vez mas não gostei porque tinhas as sementinhas mas a tua marmelada parece não ter :) Muito bom!

gasparzinha said...

Cá em Portugal o doce e a geleia de tomate são muito típicos. Mesmo uito, daqueles docinhos de avó!
E é de todas as compotas, a minha favorita!

Moira said...

Olá Sylvia,
Que engraçado, ainda outro dia postei um doce de tomate que em Portugal é bem tradicional, principalmente no norte. É um doce que nos faz recuar no tempo, como você diz até às nossas avós.
Tendo em conta que o tomate é uma fruta até nem parece estranho, mas por aqui também se faz doce de abóbora com nozes e no norte faz-se uma marmelada de nabo, que se chama nabada, eu nunca provei mas dizem que é muito bom, um dia ainda experimento.

Cucchiaio pieno said...

Oi querida, me senti igual a voce quando a tia do teu marido te falou da marmelada! Espero que ao fazer a tua receita eu também aprecie. Um grande abraço. Léia

pipoka said...

Sylvia,

Aqui em Portugal é um doce muito comum. Aliás, é um dos meus favoritos. Faço todos os anos e aromatizo com cravo e canela.

bjs

Sabores de Aromas said...

Silvia,

Está lindo e deve estar uma lelicia.Apetece dar uma dentada no ecram com essa fotos maravilhosas.


bjs

Odete said...

Sylvia querida, quantas delicias por aqui. E esse doce deve ser bom...eh o que parece nessas fotos lindas. Queria experimentar;>)

Beijos

La cuina vermella said...

Bravo!!! que maravilla de receta. Gracias por compartir.

Raquel said...

Hola Silvia gracias lo primero por la visita a tu blog... me he sentido muy honrada ya que tu blog es uno de mis preferidos.
Tuve la suerte de visitar Buenos Aires y Mendoza el año pasado y me encanto reconocer algunos rincones que tu ya me habías presentado gracias a tus post.
Sobre la mermelada de tomate yo suelo hacerla a menudo, es un placer y además de la de clavo de olor muy similar a esta tambíen preparo una versión con rama de vainilla.
Gracias y besos.

A Vida no Paraíso said...

Olá Sylvia! Obrigado pela visita ao Paraíso! O doce de tomate é daqueles sabores bons de infância que recordo com saudade! Cá por casa ainda se faz e é um dos meus preferidos!

Suzana said...

Sylvia, que lindos são os malmequeres junto dos frascos! Em Portugal, também fazemos este doce de tomate, mas em minha casa não tem muita saída. Como adoro tomate, mal posso esperar que seja tempo dele aqui pelo hemisfério norte. :)

Bj grande

mariacarambola said...

Syl, as fotos estão belíssimas, para variar, ehehheeh. Nunca tinha ouvido falar em marmelada de tomate, mas não custa experimentar. Acho que é tão estranho quanto a primeira vez que ouvi falar em doce de feijão, ehehe. Bjos e boa semana.

Cali said...

la probaste con queso ? Riquisimo !